domingo, 15 de junho de 2014

Seleção Brasileira Feminina

 
A Seleção Feminina de Basquete em Cadeira de Rodas fez, nesta quarta (11), em Praia Grande, São Paulo, o seu primeiro amistoso da segunda etapa de treinamento para o Mundial de 2014, que acontece em Toronto, Canadá, de 17 a 29 de junho. A Seleção enfrentou a equipe masculina do CAD-SP, que levou a vitória por 62 a 24. Neste domingo (15), as meninas enfrentam um novo desafio no amistoso contra o Magic Hands (SP), vice-campeão do Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão de 2013. O jogo será no Sindicato dos Empregados Vendedores e Viajantes do Comércio no Estado de São Paulo, em Praia Grande, onde as atletas treinam até domingo (15).
 
Apesar da derrota, o treinador da Seleção, Tiago Baptista, fez uma avaliação positiva da performance das meninas. Para ele, a palavra de ordem neste momento de preparação é uma só: consistência. Ele ressalta que é importante, ainda, levar em consideração o fato de o CAD-SP ser uma equipe masculina de alto nível dentro do basquete em cadeira de rodas brasileiro. “Por ser uma equipe masculina, não podemos ignorar que há uma diferença de força, mas foi muito importante a partida para observar o desempenho tático das atletas, e gostei do que vi”, colocou Tiago.
 
Para ele, as atletas vêm absorvendo bem a filosofia do trabalho proposta pela equipe técnica. “Nossa meta é conquistar consistência e continuar exercendo isso, sem se deixar influenciar pelos resultados”, explica. O empenho das atletas também é animador. Segundo o técnico, o grupo está bastante unido e focado nos objetivos.
 
Entre os desafios do treinador, está o equilíbrio das expectativas, uma vez que a Seleção Brasileira irá enfrentar adversários muitos difíceis. “Estamos estudando as equipes que estarão no Mundial. Não quero trabalhar com expectativas muito altas nessa primeira fase, mas também não estamos indo para adquirir experiência. A meta é conquistar os objetivos que estão dentro de nossas condições”, pondera.
 
Para o próximo amistoso, Tiago espera não recair em erros já observados na partida anterior. “É importante aprender e absorver. O que queremos é consistência”, finaliza. 
 
** Informações do site da CBBC

Um comentário:

  1. RAFAEL SANTOS -RIO DE JANEIRO16 de junho de 2014 18:57

    A CBBC PODE TENTAR SUJA A IMAGEM DO PROF. WILSON CAJU MAS O POVO BRASILEIRO QUE VIVE O BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS TEM CERTEZA QUE ESTA SELEÇÃO SO ESTA PARTICIPANDO DO MUNDIAL GRACAS AO TRABALHO DESTE PROFISSIONAL QUE AGORA A CBBC ESTA CUSPINDO NO SEU TRABALHO E O PROFISSIONAL ATUAL FICA FALANDO EM FILOSOFIA QUE ISSO NÃO SE CRIA EM 15 DIAS DE TREINAMENTO .MAS APESA DE TODO ESTE DERESPEITO AO BASQUETEBOL FEMININO ESTOU TORCENDO PARA O SUCESSO DA SELEÇÃO POIS TENHO CERTEZA QUE O NOME DE WILSON CAJU SERA LEMBRADO

    ResponderExcluir

Comente algo que enriqueça essa discussão!